Quem Somos

 

Fundada em 1999, a MED&SEG é uma empresa especializada na área de Saúde e Segurança no Trabalho, prestamos consultoria técnica em todos os programas definidos pelas Normas Regulamentadoras de Medicina e Segurança do Trabalho. Nosso quadro de profissionais e associados possuí toda a capacitação para melhorar programas existentes, desenvolvendo novos, mais adequados, levando sempre em consideração os recursos financeiros de nossos clientes e parceiros.

 

Serviços

 

Últimas Notícias

Em julho de 2018 a obrigatoriedade do eSocial entrará em vigor para empresas com faturamento inferior a R$ 78 milhões.
Esta obrigatoriedade poderá aumentar o risco de penalidades às empresas, já que todas as informações deverão estar centralizadas na plataforma do governo, o que também agilizará a fiscalização.
Neste sentido, profissionais e empresas terão menos tempo para preparar e enviar as informações ao Fisco. Exemplo disso são as admissões que terão prazo de envio de um dia antes do início do colaborador na empresa. Ou seja, os processos deverão ser imediatos, exigindo muito mais eficiência e agilidade.
A Med&Seg pensando em empresas que ainda não compreenderam o impacto do projeto do eSocial, no âmbito da Medicina e Segurança do Trabalho, está preparada para orientar as empresas quanto ao atendimento das exigências e cumprimento de prazos, para isso, possui plataforma de acesso on-line para os clientes acessarem as informações necessárias para disponibilizar ao eSocial.
... Ver maisVer menos

Ver no Facebook

... Ver maisVer menos

Ver no Facebook

eSocial será implantado em cinco fases a partir de janeiro de 2018

Empregador, fique atento!
As empresas que descumprirem o envio de informações por meio do eSocial estarão sujeitos a aplicação de penalidades e multa.

Confira o cronograma.
... Ver maisVer menos

Ver no Facebook

Sua empresa está preparada para o eSocial?

A Med&Seg, SIM!

Estamos prontos para assessorar nossos clientes no projeto eSocial.
... Ver maisVer menos

Ver no Facebook

Vibração ocupacional pode causar danos à saúde do trabalhador

Data: 18/01/2018 / Fonte: CMR Comunicação

A exposição ocupacional continuada às vibrações pode causar sérios prejuízos à saúde do trabalhador, como doenças vasculares, neurológicas e musculares, se não houver controle dos riscos e proteção adequada.

Em entrevista ao Podprevenir, Cristiano Molica, engenheiro da Instrutherm, empresa especializada em instrumentos de medição para a área de segurança e saúde no trabalho, explica que os efeitos da vibração no organismo humano dependem de quatro variáveis: pontos de aplicação da vibração em mãos, braços ou no corpo inteiro; frequência das oscilações; aceleração e duração da exposição.

A vibração de mãos e braços é produzida por ferramentas manuais energizadas, utilizadas nas mais diversas atividades, como furadeiras, motosserras, marteletes, entre outras. Já a vibração de corpo inteiro resulta do trabalho em veículos, como ônibus, tratores, caminhões, máquinas agrícolas.

Ele lembra que a exposição à vibração de alta intensidade e duração nas mãos, por exemplo, pode levar à chamada Síndrome de Raynaud, mais conhecida como doença dos `dedos brancos’. "Como a enfermidade afeta o sistema circulatório, provocando o estreitamento dos vasos sanguíneos, o trabalhador fica com as pontas dos dedos brancas, correndo inclusive o risco de perda de membros superiores", alerta o engenheiro.

Além da importância da medição e controle dos níveis de vibração ocupacional para proteger a saúde do trabalhador, Molica também reforça a adoção de outras medidas preventivas, entre elas, o uso de ferramentas ergonômicas, EPIs apropriados e pausas regulares para reduzir o tempo de exposição.
... Ver maisVer menos

Ver no Facebook